Saiba como foi o Quero Captação 2019, maior evento de gestão educacional do Brasil

Marcelo Lima

Veja como foi o balanço do evento de gestão educacional que teve sucesso de público e conteúdo

evento Quero Captação foi sucesso de público, com 1200 participantes

Evento foi sucesso de público, com 1200 participantes. Na foto, os expectadores assitem à plenária de Ricardo Amorim (Foto: Quero Educação)

Um evento de gestão educacional com mais de 10 horas de duração e 1200 participantes. Este foi o desafio do Quero Captação 2019, que aconteceu no último dia 25 de outubro, no Expo Center Norte, em São paulo. 

Para atender ao público quatro vezes maior do que na edição anterior, a Quero Educação envolveu 45 palestrantes na programação. Como resultado, os temas dividiram-se em cinco trilhas de conteúdo: marketing, atendimento, finanças, pedagógico e captação de alunos.

Na avaliação dos participantes, o evento também foi um sucesso. Confira: Quero Captação 2019 pelo olhar dos participantes

Neste blogpost, você vai conhecer o balanço do maior evento de gestão educacional do Brasil. Além disso, vai saber as expectativas e tendências para a próxima edição. 

 

Conteúdo estratégico para os desafios do mercado educacional

Além das oportunidades de networking, o  investimento em conteúdo relevante foi o grande trunfo do Quero Captação 2019. Com o intuito de atender as demandas de diferentes perfis, o evento dividiu-se em cinco trilhas de conteúdo: 

  • Marketing: captação de alunos; gestão de redes sociais; branding (posicionamento e força da marca);
  • Atendimento: user experience; CRM; uso de apps para melhor atendimento;
  • Finanças: inteligência artificial; precificação e soluções em conjunto com um ERP;
  • Pedagógico: EAD; aplicação da neurociência para o aprendizado; gamificação e aprendizado complementar.

Dessa maneira, os participantes puderam percorrer diferentes temas voltados para todos os tipos de instituições de ensino: graduação, pós, cursos livres/escolas de idiomas e K12.

De acordo com o CEO da Quero Educação, André Narciso, todo o conteúdo do evento de gestão educacional focou em soluções para questões atuais do mercado. “Vivemos um cenário de incertezas e de adaptação, principalmente no que diz respeito ao uso de tecnologias. Sendo assim, é fundamental que as instituições entendam como isso pode afetar o ticket delas e saber trabalhar estratégias para seguir crescendo”, explica.

As trilhas de conteúdo apresentaram cases reais e soluções envolvendo captação, atendimento, pedagogia, finanças/inadimplência, evasão entre outros. 

 

Tecnologia em foco: tendências e transformações do setor educacional

A presença da tecnologia no setor educacional está transformando o mercado. Assim sendo, esse não poderia deixar de ser o foco de um grande evento de gestão educacional.

Dessa maneira, o Quero Captação 2019 teve como tema “Transformação Digital: Novas Perspectivas para a Gestão Educacional”. A escolha reafirma diversas tendências que estão fazendo os gestores repensarem práticas e soluções. 

O Diretor de Inteligência Educacional da Quero Educação, Pedro Balerine, analisou a questão. “O setor passa por muitas transformações por conta das possibilidades e inovações tecnológicas para as instituições. Sendo assim, é preciso acompanhar esse cenário. Mas o que eu destaco disso é a importância em entender o aluno, pensar na experiência dele primeiro e fazê-lo se apaixonar pelos estudos e pelo modelo da sua instituição”, diz.

 

Quero Captação 2019: um evento de gestão educacional para pensar a educação a nível global

Para consolidar-se como o maior evento de gestão educacional do Brasil, o Quero Captação 2019 também contou com convidados internacionais. Com o intuito de pensar a educação sob uma perspectiva mundial, houve também a palestra com o Co-fundador da Make School (EUA), Jeremy Rossman.

Jeremy Rossmann, da Make School no evento Quero Captação 2019 em frente a um banner com uma frase dele.

Jeremy Rossmann, um dos Keynote Speakers do Quero Captação 2019 (Foto: Quero Educação)

De acordo com Rossman, o Quero Captação 2019 também possibilitou muitas reflexões sobre o uso da tecnologia na educação. 

Acho que à medida que a tecnologia evolui, será importante que as instituições pensem sobre como respondem a isso. Muitas soluções iniciais eram caras e chamativas, mas não garantiam resultados. Portanto, é importante incluir o aluno e o corpo docente como partes interessadas para obter feedback. Isso é fundamental para garantir que a tecnologia não esteja sendo implementada apenas por ser, mas sim com o propósito de melhorar o aprendizado”, afirma. 

 

Quero Summit 2020: expectativas e tendências para o mercado educacional

Além da extensa programação de conteúdo, o evento contou com uma Feira de Negócios. O público de cerca de 1200 pessoas pode se encontrar para trocar experiências, fazer parcerias e conhecer novos fornecedores.

Assim sendo, este também foi um ponto positivo destacado por Jeremy Rossman, da Make School (EUA).  “É uma oportunidade incrível de encontrar pessoas de diversos setores da educação. Estamos trocando ideias, compartilhando problemas e soluções. Percebo que há um fenômeno global de transformação da educação e  estou vendo isso acontecer aqui e agora”, diz.

Para a edição de 2020, cujo nome será Quero Summit, a expectativa é ainda maior. Segundo André Narciso,  CEO da Quero Educação, a estimativa é realizar um evento de gestão educacional com mais público e mais conteúdo. 

“Estamos crescendo ano a ano e vamos trazer um conteúdo cada vez mais relevante. Queremos atrair mais decisores de instituições de ensino de diferentes tamanhos. O objetivo é compartilhar conhecimento para crescer junto”, explica. 

Tem interesse em participar do Quero Summit 2020? Então inscreva-se AQUI

 

Novos desafios: rumos do mercado educacional nos próximos anos

Além de analisar e refletir sobre o mercado atual, um grande evento de gestão educacional também deve abordar o futuro. Afinal, debater as soluções tecnológicas para a educação envolve pensar inovação.

Dessa maneira, o tema também foi motivo de análise do cenário no Brasil. Para André Narciso, não há outra alternativa além de mirar no crescimento.

O CEO da Quero Educação, André Narciso, fala da importância de olharmos para a qualidade da educação brasileira (Foto: Quero Educação)

“Precisamos atender a uma demanda por profissionais mais qualificados que está sendo imposta pelo mercado de trabalho. O grande desafio agora é entender qual será o modelo vencedor para isso. Como funcionarão os cursos, cobranças, ofertas? Muitos modelos estão sendo testados e temos que descobrir qual é o melhor”, diz. 

Quer receber conteúdos e novidades exclusivas sobre os próximos eventos? Deixe o seu nome e e-mail no formulário abaixo e acompanhe nossa newsletter!

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 5,00)
Loading...

Saiba como foi o Quero Captação 2019, maior evento de gestão educacional do Brasil

Tempo de leitura: 5 min