Como gerir sua equipe mesmo atuando remotamente?

Sergio Fiuza

Feedbacks e boa comunicação são requisitos básicos para uma boa gestão remota de pessoas.

Em algum momento da economia, as organizações vão se recuperar da recessão.

Antes mesmo que isso aconteça, aspectos da gestão de pessoas como desenvolvimento de liderança, engajamento dos funcionários e planejamento estratégico da força de trabalho serão cruciais para determinar a sustentabilidade e a lucratividade das instituições de ensino.

 

 

As organizações reconhecem o impacto que a gestão efetiva de pessoas tem para a saúde financeira da empresa e os funcionários passaram a ser considerados capital humano.

 

O termo refere-se ao conhecimento, habilidades e atitudes dos funcionários que favorecem um trabalho que gera valor econômico.

Educação, destreza e experiência são atributos que fazem dos funcionários, o capital humano da empresa.

Hoje, as organizações tendem a reconhecer que as pessoas são essenciais nas organizações e que contribuem imensamente para a evolução, assim como tecnologia e dinheiro investidos.

Como as atitudes coletivas e as habilidades das pessoas reforçam o desempenho e a produtividade, qualquer gasto em treinamento, motivação e apoio deve ser visto como investimento.

Se gerenciar pessoas ao seu redor já é desafiador, a gestão remota de pessoas também requer conhecimento e habilidades que você pode adquirir com algumas práticas.

Afinal, é preciso ter preparo para lidar com colaboradores que:

  • Não produzem se o gestor não estiver por perto e se não sentirem-se motivados e comprometidos;
  • Sem o contato com gestor e colegas, não têm o sentimento de pertencer ao time. Sentem-se isolados e desmotivados;
  • Com a liberdade proporcionada pela gestão remota de pessoas, ignoram a figura do gestor e suas instruções.

Gestão remota de pessoas: uma opção viável e lucrativa

Segundo pesquisa da Transformação Digital, 42,1% dos entrevistados afirmaram que, na sua empresa, o trabalho remoto é amplamente utilizado.

Desse número, 6,6% disseram que o trabalho é totalmente remoto, 21,8% disseram que os funcionários trabalham remotamente três vezes por semana ou mais e 27,6% afirmaram que o trabalho remoto ocorre sempre que o profissional precisa se ausentar do escritório.

Mesmo com os desafios, a maioria dos entrevistados avaliou positivamente a prática da gestão remota de pessoas.

56,2% acham que o formato aumenta a produtividade; 58,6% acham que diminui o custo do profissional para a empresa e 61,5% acreditam que aumenta a qualidade de vida dos funcionários.

 

 

Conforme pesquisa da norte-americana International Workplace Group, a gestão remota de pessoas mantém o negócio competitivo para 87% dos entrevistados; atrai e retém candidatos top para 80% e ajuda a navegar em mercados voláteis para 67% dos entrevistados.

Outro motivo que explica a expansão dessa prática é a flexibilidade.

Na Era da Informação, a norma é o trabalho flexível, que quebra as barreiras que antes exigiam que todos trabalhassem ao mesmo tempo, no mesmo lugar.

Manter funcionários talentosos em espaços apertados ou definir horários rígidos de trabalho pode limitar a produtividade de uma instituição e a liberdade dos colaboradores. Isso tende a ficar no passado.

No entanto, a discussão atual sobre trabalhar de qualquer lugar às vezes se perde.

O principal é que essas políticas de trabalho flexível não devem ser determinadas pelas preferências dos funcionários, mas sim baseadas em como as empresas podem oferecer os melhores resultados.

Dicas de como fazer uma boa gestão remota de pessoas

Faça contato frequente

Na IES, o gestor tem meios de perceber se o time está animado e alinhado com os objetivos. Isso é mais difícil quando ele não está presente.

Portanto, tente fazer contato diariamente e, se possível, por diferentes canais – talvez uma combinação de chamadas de telefone, Skype, e-mail, SMS e até grupos de conversa via aplicativos como o WhatsApp.

Uma vez marcada, faça de tudo para não cancelar uma reunião presencial com seu time.

Conecte seu trabalho à missão e aos valores da empresa

Para manter a moral e o desempenho, seja transparente sobre o que as diferentes equipes da IES estão fazendo.

Envolver todo o pessoal na missão e valores da IES é o que mantém as pessoas engajadas quando não estão fisicamente no trabalho todos os dias.

Os funcionários podem se sentir desconectados da IES e até da equipe com o trabalho remoto. Crie oportunidades de conexão como dar informações em tempo real, garantindo que os funcionários entendam como seu trabalho está vinculado aos objetivos da IES.

Crie um plano de trabalho

O plano de trabalho atribui as tarefas a cada membro da equipe para que as expectativas do gestor e as atividades realizadas fiquem alinhadas.

Além de estabelecer tarefas e prazos, é necessário analisar os resultados e transformar erros em aprendizados.

Os resultados obtidos servirão de base para o plano de trabalho do objetivo seguinte.

Defina protocolos para serem seguidos

É útil definir a metodologia de comunicação e o sistema de trabalho com base na cultura organizacional da IES.

O estilo de abordagem das mensagens enviadas aos alunos e aos prospectos e o  deadline de resposta dos funcionários precisam ser fixados.

Quanto ao sistema de trabalho, defina as fases pelas quais uma ação ou projeto deve passar. A qualidade das regras e dos padrões a serem seguidos deve ser sempre mantida.

Respeite o tempo do outro e exija o mesmo respeito em troca

Se a dificuldade não é o fuso horário diferente, pode ser o demorado processo de revisar e aprovar coletivamente cada projeto.

Ninguém ficaria contente com uma ligação do chefe às 2h da manhã, então, busque agendar reuniões ou ligações durante o horário que for conveniente para todos.

Quanto à manipulação de projetos que passam por vários ciclos de revisão, você pode configurar processos para eliminar o feedback repetitivo.

Isto se encaixa na dica 4: criar protocolos e diretrizes que a equipe toda deve seguir internamente, antes de enviar o projeto para análise, garante que o resultado final esteja livre de erros e omissões sérias.

Conclusão

Incumbido da gestão remota de pessoas, o gestor deve extrair o maior potencial do capital humano, analisar ameaças e oportunidades no ambiente externo, guiando e provendo aportes que agreguem valor à equipe.

O gestor deve estar continuamente atento à comunicação e utilizar todos os recursos possíveis para evitar falhas ou mensagens incompletas.

Com uma eficiente gestão remota de pessoas é possível envolver todo o time, economizar recursos, oferecer flexibilidade e permitir que resultados positivos sejam alcançados.

 

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 4,00)
Loading...

Como gerir sua equipe mesmo atuando remotamente?

Tempo de leitura: 5 min