Tendências de Marketing Offline que irão te auxiliar a captar mais alunos

Sergio Fiuza

O marketing digital permitiu a ideia de um estreitamento de laços com o consumidor da marca através dos canais online, mas ainda é possível encontrar caminhos de atração e captação de leads em canais offline.

Sobretudo se a marca em questão é uma IES, cujo público-alvo é composto, majoritariamente, por jovens que dividem sua atenção entre as novidades da Internet e os desafios da rotina offline.

O marketing offline para IES não deve ser subestimado, mas é necessário ter em mãos as estratégias certas para que o anúncio não passe de um panfleto que não será lido.

Neste artigo, veremos:

  1. O que é marketing offline?
  2. Por que o marketing offline ainda é indispensável?
  3. Como aplicá-lo: cinco boas práticas

Tempo de leitura: quatro minutos

O que é marketing offline?

Com a ascensão do marketing digital, tornou-se necessário encontrar uma definição para estratégias mais tradicionais, mas que não estão nas mídias sociais. A isso, surgiu o conceito de marketing offline, uma nova definição para o que já é praticado muito antes da migração dos interesses da marca para o universo online.

Enquanto o marketing da Internet busca formas de criar conteúdo de aproximação entre marca e público, o marketing offline possui um viés mais vendedor, em que a efemeridade do contato acaba sendo um desafio para que, mais do que criar uma lembrança no público-alvo, haja uma ligação de desejo, de conversão direta em venda do serviço trabalhado pela marca.

Outdoors, espaços em jornais e revistas, minutos em emissoras de rádio e TV são exemplos clássicos de marketing offline, mas à medida que se torna possível usá-lo em conjunto com ações online, encontramos novas estratégias que buscam fortalecer a atração do público-alvo pela marca que está em jogo.

Por que o marketing offline para IES ainda é indispensável?

Ações de marketing offline ainda são as favoritas dos consumidores, segundo uma pesquisa da agência Kantar Media, realizada em 2017 com entrevistados do Brasil, China, França, Reino Unido e Estados Unidos. 75% dos consumidores gostam das publicações offline, enquanto a satisfação sobre anúncios online ficou por volta de 61%.

O marketing offline para IES permite um contato com a vida diária do aluno. A seguir elencamos os principais fatores para que isso ocorra:

Dados mais próximos da fonte

Com o marketing offline, é possível obter dados para impulsionar ações online da IES, o que pode resultar em economia de gastos com serviços de pesquisa e mensuramento em casos de limites no orçamento.

Ou no caso do uso desses serviços, é possível ter uma avaliação integrada com informações coletadas em ações offline.

Fortalece a identidade da marca

As mensagens transmitidas em outdoors e peças para diversos veículos de mídia aumenta a presença da marca no ideário das pessoas, e ser lembrado é o primeiro passo para conquistar a credibilidade do seu público-alvo.
Com a escolha das histórias certas nas ações de marketing offline para a IES, o público começa a associar valores de autoridade e confiança de uma instituição que investe em se fazer conhecer e em apresentar seus esforços para a oferta de um serviço de ensino de qualidade.

Marketing 360º

Ao fazer uso de ações de marketing offline, é importante reconhecer que as marcas participam do cotidiano das pessoas, estando presentes em propagandas já pertencentes às paisagens e aos trajetos do dia a dia de estudantes que estudam e trabalham, principal público-alvo das IES e que têm, portanto, uma rotina permeada por uma série de tarefas e que competem pela sua atenção.

Ações que resgatem o interesse e a curiosidade do aluno em potencial são imprescindíveis para o sucesso do marketing offline para IES, tal como veremos adiante.

Cinco boas práticas para o marketing offline de IES

Feiras de emprego e ações “Portas Abertas”

Uma prática comum no setor educacional e que sempre funciona, sobretudo em períodos sazonais importantes para a inscrição nos vestibulares das universidades. A IES pode marcar presença em feiras de profissões ou promover os próprios eventos, em que o público tem a oportunidade de conversar com profissionais da instituição e estudantes já matriculados.

Um evento “Portas Abertas” é a oportunidade para promover projetos e outros benefícios que são oferecidos e que justificam o posicionamento da marca no setor de ensino. Ao mesmo tempo em que engaja a própria comunidade acadêmica da IES, aproximando professores, estudantes e demais universitários.

E por fim, é importante utilizar essas ocasiões para a coleta de dados sobre o público interessado pelo evento, e que pode converter em contatos posteriores, via e-mail ou telefonemas.

Peças na televisão

A credibilidade aumentou para as emissoras televisivas. Em sua pesquisa sobre o consumo televisivo, a Kantar IBOPE Media constatou que 71% dos seus entrevistados preferem a TV para a obtenção de informações. Logo, ter alguns minutos nos intervalos dos programas televisivos pode alcançar um público seleto e que está em busca de marcas e discursos legitimadores, que transmitam confiança em seus valores, algo que uma IES pode usar para a storytelling de peças publicitárias para o meio.

Reinventando os minutos no rádio

Se na Internet os podcasts voltaram a ser populares, o rádio também mantém a sua força. Estudo anual realizado pelo Kantar IBOPE Media, o Book do Rádio, em sua última edição, apontou que a mídia radiofônica atinge 86% da população brasileira. Em média, o brasileiro escuta por volta de 4 horas e 40 minutos, e os jovens estão inclusos na estimativa, sobretudo aqueles entre 20 e 24 anos, e que formam um público em potencial para as IES.

Trocas de cartões

O marketing offline não se resume apenas a ações realizadas para alunos em potencial. É importante pensar nos demais stakeholders para a instituição.

Eventos de networking são uma forma marcante de fortalecimento de marca para possíveis investidores ou parceiros do setor. Palestras temáticas sobre assuntos nos quais a instituição se destaca, por exemplo, são uma forma de mostrar os valores que importam para a marca e o nível de responsabilidade social, algo que hoje é muito valorizado em qualquer tipo de setor.

Ações integradas com o ambiente online

O marketing offline pode ser integrado às práticas realizadas nas mídias sociais. Um exemplo é a forma como podemos entrar em contato com o público-alvo após uma ação.

As warm callings, ou chamadas quentes, fazem parte de um conceito em que o telefonema direcionado ao consumidor adota um clima de confiança e intimidade.

O contato pode ser realizado a partir dos dados pessoais obtidos a partir de uma campanha de call to action realizada em conteúdos online, ou após o preenchimento de um formulário em ações presenciais e que também podem gerar um contato posterior via e-mail, como o envio de um e-book, por exemplo.

Dessa forma, temos o exemplo de ações que se beneficiam de contatos realizados via offline ou online, mas que se complementam.

Além de ter em mãos as melhores ideias de ações a serem feitas, conhecer o público-alvo também é fundamental para uma prática eficaz de marketing offline para a sua IES. Para isso, também podemos te ajudar!

No Panorama do Ensino Superior, você encontra dados coletados diretamente com alunos de IES de várias partes do país, além de informações oriundas de pesquisa de renome. Acesse o site e conheça mais sobre o material: https://gestores.queroeducacao.com.br/panorama

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Tendências de Marketing Offline que irão te auxiliar a captar mais alunos

Tempo de leitura: 5 min