Radar da educação: saiba quais foram as principais notícias da semana

Avatar

Apresentação de metas do MEC, compra da Uninorte, credenciamento de faculdades: conheça os assuntos mais discutidos na semana pelo mercado educacional

Mercado educacional:

MEC acelera credenciamento de novas universidades em 70% neste ano

Um verdadeiro “mutirão” de credenciamento tem sido promovido pelo Ministério da Educação (MEC) nos primeiros meses deste ano para abertura de novas universidades no país.

Afinal, desde janeiro, já foram enviados 120 processos de credenciamento, número 70% maior do que o mesmo período do ano passado. Em suma, com a troca de ministro, a secretaria responsável pelas autorizações agora é disputada entre alas do governo e ainda está sem chefe.

Leia a notícia completa da Istoé AQUI

SEMESP ingressa em juízo contra ação de conselhos profissionais

Em virtude das resoluções publicadas contra cursos EAD por conselhos profissionais de diferentes áreas, como saúde, arquitetura e engenharia, desde o início do ano, o Sindicato das Entidades Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp) ingressou em juízo contra essas entidades.

Em síntese, a entidade divulgou um posicionamento no qual afirma que “as resoluções publicadas pelos conselhos configuram-se como um ato ilegal. Afinal, não cabe a esses órgãos avaliar ou restringir o registro profissional de alunos graduados em cursos reconhecidos pelo MEC”. 

Texto completo do blog do Semesp AQUI

Ser Educacional compra Uninorte por R$ 194,8 milhões

O grupo Ser Educacional anunciou no último dia 17 a compra do Centro Universitário do Norte (Uninorte). A institução é, atualmente,a maior  de Manaus. Em 2018, a receita líquida da instituição foi de R$ 165,5 milhões.

A compra foi feita com preço base de R$ 194,8 milhões, que será subtraído de dívida da companhia. O acordo da Ser foi acertado com empresa do grupo educacional internacional Laureate Education e envolve 100% da Uninorte.

Do valor da transação será deduzido de dívida líquida do grupo no montante de R$ 9,8 milhões.

Leia o conteúdo completo do portal G1 AQUI

Ministro da Educação diz que vai ao Congresso apresentar metas ‘agressivas’

Na última quinta-feira, 25, o novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, que assumiu o posto no início do mês anunciou que irá ao Congresso no próximo mês. A visita terá como objetivo apresentar as metas do MEC que chamou de “agressivas”.

De acordo com o Weintraub, no dia 7 de maio a Comissão de Educação do Senado irá recebê-lo e, no dia 15, será a vez do colegiado da Câmara.

“A gente está colocando algumas metas agressivas. (…) Essas metas vão ficar explicitadas. Seria até uma descortesia minha antecipar”, declarou o ministro à Istoé.

Leia a reportagem completa AQUI

 

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 5,00)
Loading...

Radar da educação: saiba quais foram as principais notícias da semana

Tempo de leitura: 2 min