Radar da educação: projeto Future-se, bloqueio do MEC e expansão do Ânima

Avatar

Entenda o future-se; o bloqueio de verbas pelo MEC para livros didáticos; compra da UniAGES pelo grupo Ânima; troca do presidente do FNDE e declaração de ministro sobre doutrinação nas escolas

Entenda o que se sabe sobre o Future-se e o que ainda falta esclarecer

Desde seu lançamento, em 17 de julho, a proposta do Future-se, do Ministério da Educação, tem sido alvo de discussões dentro e fora da comunidade acadêmica. 

O Future-se é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC), cujo objetivo é aumentar a autonomia das universidades federais. Através do projeto do Future-se, as instituições captassem recursos próprios que auxiliassem em sua manutenção.

Entenda a proposta e tire suas dúvidas. Acesse: AQUI 

Ministro da educação apresentando o projeto Future-se

Ânima entra no Nordeste e cresce em medicina

O grupo Ânima Educação acaba de comprar a UniAGES, uma escola com 5,6 mil alunos na Bahia e Sergipe, o que marca sua entrada estratégica no Nordeste e mostra a aposta em cursos de medicina.

Ao todo, o grupo vai pagar  R$ 150 milhões à vista (dos quais R$ 35 milhões em ações) pela transação, mais um ‘earnout’ que deve chegar a R$ 50 milhões. 

Leia mais: AQUI

MEC bloqueia R$ 348,4 milhões para compra, produção  e distribuição de livros didáticos

O Ministério da Educação bloqueou R$ 348,4 milhões que deveriam ser aplicados na produção, aquisição e distribuição de livros e materiais pedagógicos voltados para a educação básica. Área que é, inclusive, considerada considerada prioritária pelo ministro Abraham Weintraub. 

Saiba detalhes: AQUI

Ministro Barroso: Problemas da educação não são doutrinação nem ideologia de gênero

Em fala durante sessão de julgamentos da última quinta-feira, 08 de agosto, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Luís Roberto Barroso, criticou o pensamento que coloca a chamada ideologia de gênero, além do movimento do Escola Sem Partido.

Nas palavras do ministro, essas seriam “assombrações erradas”, enquanto os verdadeiros problemas da educação no país seriam outros.

Veja mais: AQUI

Ministro Barroso critica Escola sem Partido e suposta doutrinação nas escolas

Governo Bolsonaro troca presidência de fundo da educação

Apenas um dia após a aprovação da reforma da Previdência na Câmara, o Ministério da Educação do governo de Bolsonaro anunciou a troca da presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O novo chefe do fundo, que é vinculado ao MEC torna-se Rodrigo Sergio Dias.

Saiba mais: AQUI

Saiba de tudo oq ue acontece no cenário da educação brasileira. Asssine nossa newsletter e receba os conteúdos do blog em seu e-mail.

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 5,00)
Loading...

Radar da educação: projeto Future-se, bloqueio do MEC e expansão do Ânima

Tempo de leitura: 2 min