O processo seletivo da sua IES tem sido um obstáculo para captar alunos?

Sergio Fiuza

Meios alternativos de ingressar na faculdade, como Enem e Admissão Digital, vêm ocupando o espaço do vestibular tradicional.

Há mais de dez anos medidas tomadas pelo governo brasileiro vêm mudando o modo como os estudantes chegam ao ensino superior. O país do vestibular assiste a cada vez mais jovens ingressando na universidade pelo Enem ou por outros meios que não sejam os processos seletivos das próprias instituições.

O vestibular já não é mais obrigatório e embora ainda seja adotado em muitas cidades, cada vez mais instituições públicas e privadas aderem ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e ao Sistema Único de Seleção (Sisu) – este último, apenas para instituições públicas.

Considerado necessariamente excludente por acadêmicos, o vestibular tem desvantagens práticas como excesso de burocracia e de despesas.

No decorrer deste artigo, veja como driblar as desvantagens do vestibular com opções eficazes e regulamentadas.

 

processo seletivo da IES

 

Os diferentes tipos de processos seletivos

Vestibular tradicional

Os candidatos são selecionados por provas presenciais com questões referentes ao conteúdo do ensino médio que podem ser objetivas, discursivas ou uma combinação de ambas; normalmente, exige-se redação.

Este exame pode ter uma ou duas fases. Para alguns cursos, pode ser exigida uma prova de habilidades específicas.

O vestibular tradicional é aplicado para o ingresso em instituições públicas e particulares e pode ser realizado uma ou duas vezes por ano, dependendo da política de cada instituição.

Vestibular seriado

O aluno não precisa fazer o vestibular tradicional. As provas são sequenciais e realizadas a cada ano do ensino médio, totalizando três exames que avaliam apenas o conteúdo daquela série com pelo menos uma redação.

O candidato se inscreve para os exames seriados na primeira série do ensino médio e faz uma prova a cada ano, até concluir a última etapa do ensino, então escolhe o curso que deseja fazer. O seriado é usado por instituições públicas e privadas.

Vestibular agendado

A partir das opções disponibilizadas pela instituição, o aluno escolhe a data e o horário que lhe convém para realizar o exame.

A prova é presencial e varia em número e tipo de questões, conforme a instituição escolhida. O vestibular por computador é uma variedade deste exame, no qual as questões são apresentadas e respondidas eletronicamente.

O vestibular agendado é utilizado somente por instituições privadas.

Enem

As IES usam a nota do Enem para complementar a nota obtida no exame tradicional em porcentagens variadas ou mesmo como uma das fases de seus processos seletivos.

Algumas instituições particulares permitem o ingresso nos cursos somente com a nota Enem, sem que o aluno tenha de se submeter a outras provas.

O resultado do Enem também é usado em outros processos seletivos como Sisu e Prouni.

Sisu

O Sistema de Seleção Unificada utiliza somente a nota do Enem para selecionar candidatos a uma vaga apenas nas universidades públicas participantes.

Esse sistema é criado e gerenciado pelo Ministério da Educação, é totalmente informatizado e não requer a realização de outras provas. As chances de ingressar na universidade pelo Sisu aumentam conforme a nota obtida no Enem.

As duas edições anuais do Sisu ocorrem no primeiro e no segundo semestres de cada ano. As datas de inscrição são divulgadas pelo MEC, que também informa quais são as instituições participantes.

Prouni

O Programa Universidade para Todos utiliza a nota do Enem para selecionar candidatos de baixa renda a bolsas parciais e integrais nas instituições particulares adeptas do programa.

Podem participar do Prouni os alunos que atingiram uma média de pontos nas cinco disciplinas avaliadas no Enem e nota acima de zero na redação.

A seleção para as bolsas do programa é feita duas vezes por ano. Os alunos selecionados podem ter de fazer alguma outra prova, dependendo da universidade em que forem estudar.

Fies

O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior também utiliza a nota do Enem para o ingresso na universidade privada. Para isto, o aluno precisa ter média de 450 pontos nas provas e não pode ter zerado a redação.

O Fies oferece financiamento de até 100% do valor do curso para estudantes que não têm recursos para pagá-lo durante a graduação; para se beneficiar, é preciso ter renda familiar mensal por pessoa de até 2,5 salários mínimos.

Nem todos os cursos estão disponíveis no Fies, deve-se pesquisar junto à instituição pretendida se há oferta para a área desejada. O aluno precisa conhecer as condições para conseguir o financiamento e saber se será capaz de pagar o empréstimo depois de formado, mesmo que os juros do Fies sejam menores do que os praticados por outros bancos.

 

processo seletivo da IES

Quais são as dificuldades práticas para se gerenciar um vestibular tradicional?

Há uma imensa discussão sobre as desvantagens sociais e acadêmicas do vestibular tradicional, mas quais são aquelas dificuldades práticas que afetam as instituições de ensino, algumas até duas vezes por ano? Vejamos algumas delas, a começar pela inscrição.

Cuidado com a inscrição

Há pelo menos três motivos para uma ficha de inscrição atrapalhar sua estratégia de captação de alunos.

 

  • Fichas muito longas:  são as que fazem os alunos desistirem, em vez de captá-los. Contém muitos campos de preenchimento que só serão relevantes quando o prospecto se matricular. O objetivo da ficha de inscrição é facilitar a conversão do candidato em aluno, portanto, deve ser simples.

 

  • Fichas inacessíveis: são aquelas que não abrem, que informam “Erro 404 – Página não encontrada” e que não são encontradas com facilidade no site – são tantas páginas para abrir que o estudante pode desistir no meio do caminho;

 

  • Fichas com falhas: são as que apresentam erros de javascript ou que não sejam responsivas, por exemplo. O aluno clica no banner, é direcionado ao campo da data de nascimento mas o calendário não abre, tenta acessar a página fora do computador mas percebe que ela não abre no tablet, nem no smartphone;

 

Uma pesquisa realizada recentemente com alunos que aderiram ao Quero Bolsa, revela que quatro de cinco alunos encontram deficiências no sistema de inscrição online das instituições de ensino.

 

  • Quase 40% dos alunos reclamam quando o processo seletivo é cobrado pela instituição de ensino;
  • 11% alegam que levam mais de dois cliques para acessar a inscrição, a porcentagem aumenta quando se trata de Educação à Distância;
  • 13% não conseguem fazer a inscrição na primeira tentativa;
  • 18% relatam navegação pouco intuitiva até a inscrição, quando se trata de EaD;
  • Apenas um em cada cinco alunos interessados finaliza a sua matrícula na instituição de ensino.

processo seletivo da IES

Gerenciando o vestibular tradicional

O horário de funcionamento da secretaria acaba sendo alterado para atender aos vestibulandos não apenas no dia do exame, mas também nos dias que o antecedem.

  • Isto gera gastos com energia elétrica, água, telefone, impressoras, treinamento de funcionários e pagamento de horas extras, sem mencionar o tempo dedicado durante esse período;

 

  • O desperdício de papel não pode ser ignorado quando se é obrigado a organizar e imprimir diferentes modelos de provas para centenas de alunos. Além disso, há o tempo gasto por professores e candidatos para a confecção e resolução das provas;

 

  • As extensas filas que se formam no dia do vestibular e da inscrição são um impasse tanto para as instituições como para os alunos – numa ponta está o aluno que deseja ser atendido no menor tempo possível e do outro lado a IES, que terá cada vez mais custo para garantir a fluidez;

 

  • A insatisfação do vestibulando com atendimento é um risco que se corre, afinal, lidar com pessoas de diferentes backgrounds e sob stress não é simples. As principais reclamações são informações incompletas ou divergentes, falta de organização de filas e salas de aula onde serão aplicados os testes e sinalização insuficiente para indicar a localização dos espaços;

 

  • A burocracia em torno do vestibular interfere no tempo de execução de processos, na necessidade de documentação apresentada pelos vestibulandos que deve ser analisada, na disponibilização de inscrições, na execução de inúmeros processos e em outros itens que dificultam simplificar, agilizar e desburocratizar a instituição.

 

processo seletivo da IES

Como resolver de uma vez por todas os problemas do vestibular tradicional?

A Quero Educação oferece a Admissão Digital, uma solução amparada pela Legislação Brasileira que acompanha o aluno da busca pelo curso até a matrícula e garante à sua instituição matrícula digital disponível 24h por dia e o fim da burocracia e das filas e a redução de custos.

Com a Admissão Digital, a base de alunos formados aumenta em 50%.

 

 

O que a Quero Educação faz para que você obtenha esses resultados?

 

  • Acompanha cada aluno durante o processo de escolha de curso, inscrição e matrícula;

 

  • Confere a autenticidade de presença do aluno durante as provas;

 

  • Terceiriza a correção da prova e capta matrículas e mais 500 mil alunos por ano;

 

  • Armazena toda a documentação dos alunos online.


Tenha em mente que a ficha de inscrição é um dos cartões de visita da sua IES. Se o interessado encontra tantas barreiras já na primeira etapa, dificilmente fará a matrícula.

Adeque a ficha de inscrição à atualidade utilizando a tecnologia, mas faça isto de maneira simples e direta. Não polua o site com tantos banners nem imponha tantas páginas até finalmente chegar à da inscrição. Burocracia é o que o aluno menos precisa nesse momento.

Digitalize a maneira como sua instituição de ensino realiza os processos, minimizando gastos com recursos e funcionários e diminuindo a burocracia.

Quando decidir abrir mão de vez do vestibular tradicional, entre em contato conosco para falar com um de nossos especialistas e entender como a Admissão Digital pode beneficiar a sua instituição de ensino.

 

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 5,00)
Loading...

O processo seletivo da sua IES tem sido um obstáculo para captar alunos?

Tempo de leitura: 7 min