O poder de entender a sua força de marca e gerar resultados para sua IES

Pedro Balerine

Entenda como os indicadores de força da marca posicionam sua IEs no mercado

O mercado educacional brasileiro está passando por um período peculiar.  Nas duas últimas décadas, as instituições de ensino privadas viveram um momento de expansão. O boom de matrículas foi positivo para o cenário geral, mas também aumentou a concorrência.

Atualmente, as instituições enfrentam um período de mais restrições e encontram alguns desafios para driblar uma possível crise econômica. Apesar disso, o momento é também uma janela de oportunidades.

As instituições de ensino que souberem se reinventar conseguirão potencializar a própria força da marca.

 

Em contextos como esse, muitos gestores acreditam que a prioridade é investir energias e verbas em campanhas de marketing e de captação de alunos.  De fato é fundamental manter as estratégias de atração e retenção. Além disso, é importante combater a evasão de alunos.

Para além do básico, antes de tudo, é preciso entender quais ferramentas usar para brigar no mercado.  A busca por conhecimentos específicos em inteligência educacional, por exemplo, serve para traçar estratégias precisas e que tragam resultados.

O primeiro passo para fazer sua instituição crescer e avançar é entender a dimensão da força da marca . Você sabe como fazer isso?

Força da marca: o que é e por que medir?

Para enfrentar uma ampla e poderosa concorrência, não basta saber analisar seu mercado. Além dos fatores externos, você precisa conhecer profundamente aspectos internos da sua instituição. Isso é fundamental para o sucesso das tomadas de decisões.

Estamos falando sobre trabalhar e desenvolver metas a partir de dados concretos. Isso é descobrir a força da marca!

Conhecer essa dimensão de poder no mercado significa gerar e saber interpretar cada dado ou métrica de resultado da sua IE. É através dos números que você terá mais precisão nas informações.

As duas perguntas abaixo são básicas para refletir sobre a força da sua marca no mercado educacional, veja:

  • Para elaborar estratégias de captação de alunos, você enfrenta concorrentes na sua praça?
  • Se cada concorrente tem um preço, sua IE deveria cobrar mais, menos, ou um preço intermediário? Por quê?

Para responder essas perguntas, você precisa, no mínimo, entender a diferença entre a força da sua marca versus a força dos concorrentes. Isso é fundamental para saber precificar e valorizar sua instituição no mercado.

Números, projeções, relatórios, estudos e análises comparativas. Essas são as ferramentas que você precisa dominar para posicionar sua marca diante da concorrência.

E então, vamos entender melhor sobre esses indicadores?

Indicadores de força da marca

O intelectual Peter Drucker é considerado o pai da administração contemporânea. Uma de suas frases mais famosas dele  é sobre indicadores de resultados:

Tudo que pode ser medido, pode ser melhorado”.

O que Drucker diz tem relação direta com os indicadores de força da marca. No caso das instituições de ensino, ainda cabe uma outra versão: só o que pode ser medido, pode ser melhorado.

Para saber medir é necessário que todos os setores da instituição tenham suas formas próprias de gerar e avaliar dados. Além disso, a equipe de gestão precisa dominar e acompanhar os indicadores de força de marca.

Ok, acho que você já entendeu a importância da mensuração de resultados para sua IE. Agora, vamos conhecer os principais indicadores que você precisa trabalhar:

  • RBA;
  • RBP.

O Relative Brand Awareness (RBA) é capaz de revelar o quanto sua marca é lembrada pelos alunos.  Já o Relative Brand Preference (RBP) consegue gerar uma porcentagem média sobre quanto os alunos estão dispostos a pagar ao escolher sua marca.

Tanto o RBA quanto o RBP são indicadores frutos de pesquisas desenvolvidas pelo trabalho de inteligência educacional da Quero Educação. Ambos são grandes ferramentas para ter feedbacks de campanhas de captação de alunos ou para elaborar planejamentos de marketing, por exemplo.

Além desses indicadores, há diversas outros que podem compor um estudo aprofundado sobre a força da marca. As métricas do marketing digital,por exemplo, bem como as ações e estratégias usadas em campanhas de captação, podem ser aproveitadas para isso.

Vale ressaltar que não basta gerar indicadores e métricas. Você precisa de equipes capacitadas para interpretar os dados e assim definir caminhos a partir deles, ok?

Conclusão

O mercado educacional está cada vez mais concorrido. Toda instituição de ensino tem, no mínimo, um concorrente direto de alto padrão. Com isso, os alunos também estão mais informados e mais exigentes.

Depois de anos de expansão e agora vivendo uma crise de instabilidade, as instituições de ensino precisam se reinventar para manter os resultados em alta.

O cenário faz as IES irem além de um projeto pedagógico consistente, campanhas de captação de aluno agressivas e investimentos em melhorias. É preciso entender o que o aluno quer e oferecer a ele as melhores soluções.

Antes de vender a marca da sua instituição, é preciso saber como ela está posicionada no mercado educacional. Esse entendimento perpassa por informações e perspectivas distintas:

  • Como o aluno lembra da marca;
  • Quanto o aluno pagaria para estudar aqui;
  • Como minha IE é vista diante da concorrência;
  • O que o aluno espera de um curso da minha IE;
  • Em qual estado do Brasil minha marca é mais forte e etc.

Os indicadores de força da marca servem para trazer informações em números e analisá-los. A partir de tipos diferentes de mensuração de resultados, você consegue entender o que funciona ou não. Trabalhar entendendo a força da sua marca é potencializá-la!

Sua IE pode estar jogando dinheiro fora com estratégias que não contemplam as expectativas do aluno e do mercado. Seja nos cursos, na forma de comunicar campanhas ou até mesmo no preço, você pode estar errando por ignorância.

Você não precisa começar do zero e trabalhar intuitivamente. Aproveite os recursos que já existem e funcionam e não perca tempo e dinheiro com análises rasas. Mantenha sua equipe atualizada sobre as possibilidades da inteligência educacional.

Uma instituição de ensino que quer se destacar em um mercado agressivo, não pode agir no escuro. Se a sua IE precisa trazer resultados e inovar no mercado para driblar a crise, ela precisa desenvolver um estudo sobre a força da marca.

Sua IE precisa de resultados e você precisa de experiência para entender e medir A força da marca. O mercado educacional não é para amadores, sua equipe também não pode ser.

Fale com um especialista da Quero Educação e agende uma demonstração da inteligência educacional especialmente para sua IE. Não perca tempo nem resultados!

 

 

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 5,00)
Loading...

O poder de entender a sua força de marca e gerar resultados para sua IES

Tempo de leitura: 5 min