Radar da Educação: MEC demite secretário que cuidava da regulação de faculdades privadas

Avatar

Demissão de secretário da regulação do ensino superior particular; Liberação dos locais de prova do Enem e Brasileiro indicado ao Nobel da Educação é proibido de dar aulas. Saiba tudo o que aconteceu na semana

Ministro da Educação demite secretário responsável por autorizações no ensino privado

Decisão do ministro Abraham Weintraub levantou polêmicas no setor – Foto: Kleyton Amorim/Uol

O Ministro da Educação, Abraham Weintraub, demitiu o secretário responsável pela regulação e supervisão do ensino superior privado, Ataide Alves. Primeiramente, a notícia foi divulgada por alguns jornais e confirmada na quarta-feira, 16 de outubro, pela Folha, com fontes do MEC e pessoas ligadas à pasta.

Apesar disso, a demissão ainda não foi divulgada oficialmente até o fechamento desta edição do Radar da Educação. As especulações  são de que o cargo é considerado alvo de interesse de políticos e do setor empresarial.

Saiba mais: AQUI

 

Professor indicado ao Nobel da Educação é proibido de dar aulas no ES

radar da educação professor impedido de dar aula nobel da educação

Na foto, o professor Wemerson da Silva Nogueira – Foto: Arquivo pessoal

O professor Wemerson da Silva Nogueira, que já foi indicado ao prêmio de melhor professor do mundo, está proibido de dar aulas na rede estadual do Espírito Santo. A decisão foi publicada pelo Diário Oficial do Estado e é válida pelos próximos cinco anos.

O motivo do impedimento do governo do estado é a alegação de que ele utilizou dois diplomas falsos para exercer a profissão. Os diplomas seriam  dos cursos de licenciatura – Química e Ciências Biológicas. No entanto, Wemerson negou as acusações e disse que não há irregularidades com sua documentação.

Como professor, ele já foi um dos ganhadores do prêmio “Educador Nota 10” em 2016, e concorreu ao “Teacher Global Prize”, de 2017.

Saiba mais: AQUI

 

ENEM 2019: candidatos já podem consultar os locais de provas 

O Inep, autarquia do MEC responsável pela aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), divulgou nesta quarta-feira, 16 de outubro, os locais de prova dos estudantes.

As informações estão no site oficial e no aplicativo para celular do Enem. Com a divulgação, muitos estudantes reagiram na internet com reclamações. Neste ano, cerca de 5 milhões de candidatos farão a prova.

Saiba mais: AQUI

 

 

 

 

Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 5,00)
Loading...

Radar da Educação: MEC demite secretário que cuidava da regulação de faculdades privadas

Tempo de leitura: 2 min