Geração Z: entenda este perfil e saiba como captar alunos dessa geração

Sergio Fiuza

Conheça soluções inovadoras para atrair, reter e satisfazer este novo perfil de estudante da geração z

Nas últimas décadas, o mundo passou por uma verdadeira “revolução tecnológica”. Nesse sentido, o surgimento de novas ferramentas digitais transformou a educação. O novo perfil de aluno pertence a chamada geração Z (ou centennials) e está transformando toda a dinâmica das instituições de ensino.

Para enfrentar essa competição no mercado educacional, as IES têm dois desafios principais: manter-se atualizada  e atender às demandas da geração Z: os nascidos entre 1995 e 2010. 

Neste conteúdo você vai conhecer esse novo perfil de aluno e entender como atraí-lo.

 

Geração Z: quem é este novo perfil de aluno?

Para entender o aluno da geração Z considere que ele já vivenciou muitas mudanças. Enquanto essa geração crescia o disquete foi substituído pelo CD, que foi substituído pelo blue-ray. Depois, veio o pendrive, que por sua vez foi substituído pela tecnologia em nuvem. 

Em resumo, este perfil se adapta rapidamente às mudanças e valoriza experiências e soluções ágeis. Além disso, não muito diferentes dos Millenials. Conheça outras características que se relacionam com atuais tendências do mercado educacional:

 

  • São desapegados das fronteiras geográficas;
  • Detestam ter que lidar com burocracias;
  • Apesar de serem populares nas redes sociais, preferem trabalhar individualmente do que em grupo;
  • A tomada de decisão acontece de forma ágil.

O processo de aprendizagem do aluno da geração Z 

A relação com a tecnologia também impacta a forma de aprender do aluno da geração Z. Assim sendo, para captar e reter este perfil, sua instituição de ensino precisa oferecer soluções e experiências de aprendizagem compatíveis com ele.

Diversas pesquisas sobre os centennials revelaram insights sobre como eles aprendem. Conheça algumas das características desses estudantes:

  • São multifocais e aprendem de múltiplas maneiras. Valorizam experiências de convergência e o uso de diferentes plataformas;
  • Possuem raciocínio não linear e valorizam a flexibilidade;
  • Consomem informação principalmente via smartphones e preferem conteúdos em vídeo (curtos), fotos e em formatos de jogos;
  • Preferem usar ferramentas tecnológicas para evitar burocracias presenciais;
  • São autodidatas e independentes, portanto, buscam informações que não conhecem na internet.

Necessidade de rever processos 

Diante disso, é fundamental repensar processos internos e externos da IES. Para captar e reter este aluno, a instituição precisa estar alinhada às expectativas dele. Dessa forma, os gestores precisam se fazer algumas perguntas norteadoras de mudança:

  • Minhas campanhas de captação se comunicam com o perfil da geração Z?
  • A marca da minha IES tem uma presença forte para ser encontrada no digital?
  • Meu processo de admissão oferece uma experiência ágil e flexível?
  • Meu projeto pedagógico e minha grade curricular atraem a geração Z?

Mercado educacional e geração Z: por onde começar a mudança?

As práticas inovadoras e tecnológicas são ferramentas para melhorar a experiência do aluno, reduzir custos para as instituições e facilitar processos. A combinação de tudo isso gera engajamento com a marca, fidelização e melhores resultados para a IES. 

Captar e reter a geração Z: soluções para o mercado educacional

Agora que você já mapeou esse novo perfil de aluno, é hora de conhecer três soluções que sua IES pode oferecer para ele:

  • Marketplaces: de acordo com o estudo “Panorama dos Marketplaces no Brasil”, entre 2017 e 2018, o uso deste tipo de plataforma registrou um crescimento de 90,7%. A crescente expansão do marketplace Quero Bolsa reflete uma tendência consolidada que está invadindo o mercado educacional. Em resumo, sua IES precisa estar onde os alunos buscam por ela;

 

  • Admissão digital: na admissão digital as rotinas são executadas de forma online. O processo é mais rápido, flexível, seguro e reduz os custos para a IES e para o aluno. A geração Z adora, pois a prova pode ser realizada em quaisquer horários, basta fazer o agendamento prévio.

Investir em inovação é investir em em resultados através da melhoria da experiência do aluno. O uso de marketplaces, e a admissão digital, por exemplo, servem para aprimorar processos, atender às demandas do estudante e ainda reduzir custos. 

Conclusão

A geração Z é o perfil do aluno que está exigindo a modernização das IES. Ele é conectado, foge da burocracia e aprende de forma dinâmica.  O imediatismo e o comportamento de consumo desse estudante implicam na busca por novas soluções.

 

Quer saber tudo sobre gestão educaional? Então assine nossa newsletter e receba todas as novidades do blog.

 


Muito RuimRuimRegularBomMuito Bom (média: 5,00)
Loading...

Geração Z: entenda este perfil e saiba como captar alunos dessa geração

Tempo de leitura: 3 min